Coleção NuAP

Política no Brasil

O desafio deste livro é refletir sobre a política além das definições legais ou modelares, numa sociedade que pensa as atividades políticas como constituinte de um domínio à parte de tantos outros - econômico, jurídico, artístico etc. - ,envolvendo agentes sociais específicos, quando não "especialistas" ou "profissionais".
O caminho escolhido é, sem perder de vista essas classificações, tentar reprensá-las a partir das categorias dos agentes sociais, necessariamente contextuais, na maioria das vezes assistemáticas, mas sempre vinculadas a certo jogo de posições e às relações entre elas. Tanto estas quanto as categorias jurídicas ou modelares são operadas por agentes variados e construídas segundo modalidades que só a investigação empírica pode revelar.
Os textos aqui reunidos tentam refletir, a partir de "acessos" diferentes, sobre temas socialmente definidos como políticos (eleições, candidaturas, carreiras políticas etc.), temas de rotulagem política recente (meio ambiente) e outros que começam a reivindicar status político (adoção internacional de crianças). Além desses, assuntos considerados como não políticos, mas politizáveis (por exemplo, as "mulheres assassinas"), e, inversamente, alguns que tendem a ser excluídos, por "impuros", das discussões acadêmicas da "política moderna" (como as brigas de família, os "escândalos" políticos ou familiares, as fraudes eleitorais, as questões de honra), embora permaneçam vivos nos recortes da política operados por não especialistas.