Coleção NuAP

Espaços e Tempos da Política

Desde sua concepção original, o projeto de uma Antropologia da Política balisou-ze por duplo propósito, singularmente conexo: tomar como referência definições nativas da política, numa clara opção etnográfica, significava simultaneamente promover uma dessubstantivação do objeto. Essa opção teórico-metodológica rendeu frutos ao provocar, a partir da demarcação nativa de um "tempo da política", uma reelaboração conceitual ancorada em significações e práticas sociais concretas. Vistas como atividade - e não mais simplesmente como âmbito, esfera ou domínio estanque - a política assume conteúdos multívocos, passível de circunscrições, amplificações e deslocamentos vários. A presente coletânea explora aspectos do repertório plural que essa perspectiva ilumina, focalizando eventos variados de elaboração social da política.
Os trabalhos aqui reunidos tratam das inflexões da atividade política segundo seus tempos e espaços de realização: no cotidiano de moradores do Distrito Federal em sua relação com agências estatais; nas diferenças de atuação dos militantes de dois partidos argentinos; no papel de emoções e sentimentos na construção da imagem pública de candidatos na campanha presidencial de 2002; na elaboração mutável da pobreza como um problema dentro do Congresso Nacional; no exame das configurações de poder-subjacente à implementação do chamado orçamento participativo em uma prefeitura municipal; nas inversões e deslocamentos políticos realizados, seja por entidades civis ao promoverem um Tribunal Internacional de crimes cometidos por governantes, seja por parlamentares que subvertem regras regimentais como mecanismo de ação política de minorias no âmbito do Congresso Nacional. Nos diversos trabalhos, a temporalização e a espacialização da política aparecem como recursos conceituais e metodológicos que revelam o jogo de ocultamento, visibilização e deloscamento das dimensões de tempo e espaço na constituição da polissemia da experiência política. Antes que submetidos a uma fórmula única, os trabalhos aqui reunidos propõem um convite que instiga à renovação do olhar sobre a política, essa atividade cheia de possibilidades para atores e investigadores sociais.