Coleção NuAP

Carisma, Sociedade e Política

O interesse do livro de Júlia Miranda volta-se para as "novas articulações" entre o religioso e o político, colocando novos desafios para o pesquisador que vão além das designadas relações entre Igreja e Estado, ou mesmo entre religião e política. Estas articulações têm como referência o fim de um certo cristianismo, a perda de espaços da Igreja Católica no controle de instituições sociais e a autonomia das formas de pensar e agir em relação à transcendência do pensamento religioso. Júlia Miranda percorreu um caminho caracterizado por três momentos: as relações entre ética, política e religião; a especificidade da Renovação Carismática como grupo religioso; e a particularidade das relações entre o religioso e o político no carismatismo. A pesquisa privilegiou o estudo da Renovação Carismática Católica identificada como um dos grupos religiosos que mais crescem e adquirem visibilidade. A especificidade da relação que os carismáticos estabelecem com a palavra revelada ocupou uma parte central deste livro ao lado da constituição de porta vozes da delegação política. A construção da política, combinada ao religioso, é trabalhada ao longo do processo da campanha de um vereador carismático. Neste contexto o religioso e o político são refletidos e analisados a partir do acompanhamento de fenômenos empíricos, tendo como recurso as descrições etnográficas.

César Barreira