Coleção NuAP

Chuva de Papéis

Acompanhando de perto o desenrolar das campanhas eleitorais, Irlys Barreira tece neste livro três enredos descontínuos com o objetivo de compreender o rito de representação política. Elegendo a importância do hiato que os processos políticos instauram no tempo das escolhas, a autora persegue todo aquele conjunto de alegorias e encenações que torna evidente o que os olhos parecem não ver em tempos normais: a dinâmica das diferentes estratégias de reconhecimento que permitem, nesses momentos especiais, atualizar valores, classificar e assinalar evidentes distinções presentes não só no campo da política mas também no campo social. Assim, a autora trabalha o significado dos rituais e a especificidade dos ritos de campanha considerando a tripla condição com base na representação, apresentação e reconstrução da política.